Fundos Imobiliários

Adquira cotas de empreendimentos imobiliários com a facilidade e mobilidade do Home Broker.

Benefício Tributário

Os rendimentos mensais distribuídos pelo fundo são isentos de Imposto de Renda para pessoas físicas.

Geração de Renda

O cotista recebe periodicamente a receita proveniente de aluguéis ou arrendamento da propriedade creditada diretamente em sua conta.

Acessibilidade

Os fundos possuem o valor das cotas acessível ao pequeno e médio investidor, facilitando ainda mais a diversificação do seu portfólio.

Através dos Fundos de Investimento Imobiliários, você pode investir em imóveis prontos ou no desenvolvimento de outros empreendimentos.

Você e os outros cotistas dos fundos ganham com a venda ou aluguel dos imóveis e também com outras aplicações feitas no mercado imobiliário, sem precisar se preocupar com a administração dos imóveis, inquilinos ou a manutenção, que ficam por conta do gestor do fundo.

Os fundos são administrados por instituições financeiras e precisam aplicar, pelo menos, 75% de seu patrimônio em bens e direitos imobiliários. Não há resgate de cotas, sendo necessária a venda dessas cotas a terceiros para a liquidação do investimento.

O investimento é simples: acesse o Home Broker e faça sua oferta de compra ou venda.

Existem seis tipos de FII:

  • Fundos de Desenvolvimento Imobiliário: investem na construção de imóveis;

  • Fundos de Renda (Lajes Corporativas e Galpões Industriais): investem em um ou mais imóveis prontos, que são alugados em troca da renda. Nesse caso, a rotatividade dos inquilinos é baixa;

  • Fundos de Renda (Shoppings): o fundo é dono de um ou mais imóveis que são alugados para lojistas para obtenção de renda. Nesse caso, a rotatividade dos inquilinos é baixa;

  • Fundos de Compra e Venda de Imóveis: buscam obter ganho de capital com a compra e venda de imóveis.

  • Fundos de Fundos: seguem a mesma mecânica dos Fundos de Ações, mas investem em cotas de outros Fundos Imobiliários que tenham potencial de valorização.

  • Fundos de Recebíveis Imobiliários: Os investimentos são feitos na compra de direitos de receber créditos gerados pelas instituições financeiras por meio de CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários) para a aquisição ou construção de imóveis. Parte do patrimônio costuma ser investido em LCIs (Letras de Crédito Imobiliário) ou em cotas de outros Fundos.

No mercado primário (IPO) não há custos. No secundário você decide o preço máximo que pretende pagar na compra do fundo ou o preço mínimo que aceita receber na venda.

Tanto na compra quanto na venda, há os seguintes custos de operação:

  • Corretagem:

    Home Broker/Mobile (por ordem executada)
    R$ 15,00

    Mesa de Operações:
    O preço da corretagem varia conforme o valor negociado e deve ser verificado no momento da operação com seu assessor.

  • ISS:

    O imposto sobre serviço é um percentual cobrado sobre o valor da taxa de corretagem, de acordo com o município onde o cliente mora.

  • Custos Operacionais:

    A BM&FBovespa cobra taxas de liquidação e emolumentos sobre o valor de cada operação. As taxas são percentuais, de acordo com o tipo de investidor e de operação.

  Emolumentos Taxa de Liquidação Total
Compra e Venda em dias diferentes 0,0070% 0,0275% 0,0345%
Day Trade (Todos os investidores) 0,0070% 0,0180% 0,250%
Compra e Venda em dias diferentes
(Fundos e Clubes de Investimento)
0,0070% 0,0180% 0,250%

* Tabela em vigor desde 26/08/2011

  • Taxa de Custódia:

    O cliente ATIVA é isento da taxa de custódia mensal cobrada pela BM&FBovespa, em todos os meses em que gerar R$ 350,00* de corretagem pela mesa e/ou Home Broker. O cliente também é isento caso faça R$ 30,00 ou mais em corretagem através do Home Broker.

    Nos meses em que não executar nenhum negócio, mas mantiver ativos em carteira, a taxa é cobrada. São R$ 9,80, debitados da conta depósito.

  • Taxa Sobre Valor em Custódia:

    Se sua custódia vale R$ 300.000,00 ou mais, a BM&FBovespa faz a cobrança da Taxa Sobre Valor em Custódia. Na ATIVA, você está isento desta taxa, que é percentual e varia de acordo com o seu total de ações.

Você investe pela internet, através do Home Broker ou pela Mesa de Operações.

No Home Broker, envie uma ordem de compra ou de venda. Informe o código do Fundo de Investimento Imobiliário (FII) desejado, a quantidade e o preço que deseja pagar, na compra, ou receber, na venda. Assim que houver ofertas de venda compatíveis com a sua ordem de compra (ou vice-versa) o negócio é fechado.

As operações com FIIs têm liquidação em três dias úteis (D+3). Para o vendedor, isso significa que o valor pode ser usado no mesmo dia para fazer novas operações com liquidação em D+3, mas só estará creditado no terceiro dia útil após a venda, quando poderá ser retirado para a conta bancária.

Para o comprador, a liquidação também acontece em D+3, porém o valor fica retido imediatamente para garantir o pagamento da operação.

  • Como posso negociar cotas de Fundos de Investimento Imobiliários?

    As cotas de FII podem ser adquiridas em seu lançamento (nas ofertas públicas ou IPOs) ou através do Home Broker.

  • Qual é a diferença entre Fundos de Investimento Imobiliário e Letras de Crédito Imobiliário?

    Os Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs) são ativos de renda variável negociados em bolsa, que fazem investimentos em imóveis. Os cotistas desses fundos ganham conforme o patrimônio se valoriza ou passa a gerar rendimentos. As Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) são papéis de renda fixa, que financiam empresas ou pessoas físicas. O investidor de LCIs recebe uma taxa de juros pela aplicação; em troca do empréstimo, a empresa ou pessoa física financiada oferece um imóvel como garantia.

  • Qual é a diferença entre Fundos de Investimento Imobiliário e Certificados de Recebíveis Imobiliários?

    Os Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs) são ativos de renda variável negociados em bolsa, que fazem investimentos em imóveis. Os cotistas desses fundos ganham conforme o patrimônio se valoriza ou passa a gerar rendimentos. Os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) são títulos de renda fixa, utilizados por empresas e investidores qualificados para financiar a construção de imóveis. Nos CRIs, as pessoas físicas podem ser credores do financiamento, e recebem uma taxa de juros pelo investimento.

Importante: A isenção de imposto de renda é válida para pessoas físicas que tenham menos de 10% da totalidade de cotas do fundo e exclusivamente para fundos imobiliários cujas cotas sejam negociadas em Bolsa de Valores e que tenham mais de 50 cotistas. Os produtos financeiros de investimentos contidos neste material (Fundos de Investimento Imobiliário) são meras proposições de investimentos, não havendo garantia de rentabilidade. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. Os Fundos Imobiliários são recomendados para investidores com perfil moderado a agressivo. O investimento em cotas de fundos imobiliários não é adequado a investidores que necessitem de liquidez. Além disso, os fundos de investimento imobiliário têm a forma de condomínio fechado, e, consequentemente não admitem a possibilidade de resgate das suas cotas e, pela baixa liquidez, os seus cotistas podem ter dificuldades em realizar a venda de suas cotas no mercado secundário. Desse modo, os investidores devem ler cuidadosamente a seção “Fatores de Risco” do Regulamento e do Prospecto, que contém a descrição de certos riscos que atualmente podem afetar de maneira adversa o investimento em cotas, antes da tomada de decisão do investimento. Ao considerar a aquisição de Cotas, potenciais investidores deverão realizar sua própria análise e avaliação sobre o Fundo. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. O objetivo do fundo não caracteriza compromisso ou garantia por parte do administrador de que este será atingido. Ainda que o gestor da carteira do fundo mantenha sistema de gerenciamento de riscos, não há garantia de completa eliminação de possibilidade de perdas patrimoniais para o fundo e para o investidor. O fundo não conta com garantia do seu administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

A comunicação através da rede mundial de computadores esta sujeita a interrupções de sistemas, problemas oriundos de falhas e/ou intervenções de qualquer prestador serviços de comunicação ou de outra natureza, e, ainda,de falhas na disponibilidade e acesso ao sistema de operações e em sua rede, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou recepção de informação atualizadas, nos termos da instrução 380 da CVM. Na impossibilidade dos serviços de transmissão de ordens à ATIVA, por qualquer conexão automatizada ou plataforma de negociação, o CLIENTE poderá entrar em contato diretamente com a Central de Atendimento da Corretora, para transmitir suas ordens, sem qualquer custo adicional.